Lupi atende pleito das Centrais Sindicais sobre ponto eletrônico

13/10/2010 11:25

 O ministro Carlos Lupi (Trabalho) recebeu em Brasília, na terça-feira (5), representantes das Centrais Sindicais, que entregaram ao ministro uma proposta para que a portaria 1.510, que estabelece adequações ao ponto eletrônico, reconheça os acordos coletivos firmados entre Sindicatos e empresas referentes à jornada de trabalho. Participaram do encontro dirigentes da Força, CUT, CTB, CGT, NCST e UGT.

“Vamos analisar com nosso jurídico um novo instrumento para chegarmos a um senso comum, pois vai depender do setor e do porte da empresa. Acho que até o final do mês teremos esse levantamento”, ressaltou o ministro. As Centrais propuseram normas que assegurem cláusulas negociadas em acordos coletivos, como, por exemplo, tolerância com horário de trabalho.

Portaria - A medida que disciplina o ponto eletrônico vai permitir que o trabalhador tenha o controle exato da sua jornada de trabalho. No encontro, Lupi explicou aos sindicalistas que para que os acordos coletivos celebrados entre Sindicato e empresas sejam válidos, será necessária a elaboração de um outro instrumento que prestigie tais avanços.

Fonte: www.agenciasindical.com.br

Mais informações:
www.mte.gov.br